Whatsapp 11-98882-9108

“VERMELHO, VERMELHAÇO, VERMELHUSCO, VERMELHANTE, VERMELHÃO…”

2015 já começou, mas o ano astrológico só começa no dia 20 de março. Estamos nos últimos dias regidos por Júpiter – vem aí a força de Marte, o planeta vermelho!
Ano marcante e bastante favorável aos arianos e escorpianos, Marte vem com tudo, dando aquele impulso no nosso planeta.
As “cassandras de plantão” já estão dizendo que vai acontecer muita coisa, aquelas previsões catastróficas de começo de ano. Nós não podemos descartar mesmo essa energia belicosa, afinal, Marte é conhecido como o planeta da guerra, mas precisamos sempre nos focar no lado melhor, afinal, ele traz uma energia de ação, que (querendo ou não) vai nos tirar da zona de conforto.
2001 e 2008 foram anos regidos por Marte. No primeiro tivemos o atentado às torres gêmeas e no segundo o primeiro conflito violento na Faixa de Gaza. Certamente houve muita coisa boa também, mas o que ficou na cabeça das pessoas traz certo temor em relação a essa regência.
Marte é um planeta de energia masculina, energia de fogo, de ação, coragem, entusiasmo. Sua influência fortalece nosso espírito de liderança e alimenta o nosso espírito competitivo. Peraí…isso pode ser muito bom! Vamos focar no positivo?
Em minhas palestras de final de ano, eu disse que graças a Marte, 2015 será o ano de TBC (Tirar o Bumbum da Cadeira) e ir atrás daquilo que você quer realizar.
A energia do fogo é rápida, fugaz, portanto, para seguirmos vitoriosos, precisamos estar leves, não dá para arrastar tralhas, gente. Tralhas simplesmente, tralhas com olhos e alma também. Vamos desapegar, deixar ir?
Recado de Marte: o que não tem bases sólidas irá para o chão…
Meu recado: use a energia guerreira de Marte para enfrentar o seu pior inimigo, aquela força destruidora que um dia se instalou dentro de você, não permitindo que sua vida flua e seja merecedor do melhor. Pronto, falei!
Leia o post anterior:
11-1 A PRÓXIMA DATA AUSPICIOSA PARA FAZER A MANDALA!

Eu quero iniciar esse post falando do poder dessas MANDALAS. Quantas pessoas nem param para pensar em quais são os...

Fechar